sexta-feira, 13 de março de 2015

"By Heart" de Tiago Rodrigues

Desenhos feitos durante a incrível peça de e com Tiago Rodrigues. Uma homenagem aos livros e à leitura, e da sua importância para a sobrevivência da Humanidade - um livro decorado fica a salvo de qualquer poder totalitário e persecutório. Textos a partir da relação com a sua avó Cândida, uma apaixonada por ler, das cartas de Tiago a George Steiner, e referências a outros autores e obras, como "Fahrenheit 451" de Ray Bradbury.
Apenas com a interpretação do Tiago Rodrigues, conta com a colaboração de 10 elementos do público no palco que, ao longo da peça, irão decorar o soneto 30 de Shakespeare, na grande tradução de Vasco Graça Moura (ver no fim do post).
Fica um cheirinho da peça neste trailer que tão bem consegue resumir o tema.

Se voltar à cena (no Teatro Nacional D. Maria por exemplo, onde o Tiago é agora director artístico) a não perder! Mesmo!!






Soneto 30, de William Shakespeare (tradução de Vasco Graça Moura)
"Quando em meu mudo e doce pensamento
chamo à lembrança as coisas que passaram
choro o que em vão busquei e me sustento
gastando o tempo em penas que ficaram.
E afogo os olhos (pouco afins ao pranto)
por amigos que a morte em treva esconde
e choro a dor de amar cerrada há tanto
e a visão que se foi e não responde.
E então me enlutam lutos já passados,
me falam desventura e desventura,
lamentos tristemente lamentados.
Pago o que já paguei e com usura.
Mas basta em ti pensar, amigo, e assim
têm cura as perdas e as tristezas fim."

3 comentários:

  1. A peça é maravilhosa bem como todas as peças dele. A ideia de desenhar peças é muito interessante e o resultado é bom. O escuro não te incomodou?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso o escuro não era muito, e a opção de desenhar a azul com o pincel cria um contraste claro-escuro no branco da folha que ajuda a ver.

      Eliminar